Seis pessoas morrem após micro-ônibus cair no Rio Amazonas, no Pará

Pelo menos seis pessoas que estavam a bordo de um micro-ônibus morreram, em Santarém (PA), após o veículo cair no Rio Amazonas, no porto do distrito de Santana do Tapará, na madrugada desta segunda-feira (7), por volta das 5h. O coletivo embarcaria numa balsa, quando acabou virando e caindo na água. Imagens fortes que circulam nas redes sociais mostram os corpos das vítimas sendo retirados, com o céu ainda escuro, enquanto o carro aparece submerso quase que em sua totalidade.

Tragédia no gelo: Vídeo mostra resgate de brasileiro morto em caverna na Argentina

Educação: O que se espera do novo MEC de Lula, que deve priorizar atenção à primeira infância e diálogo com estados e municípios

Testemunhas afirmam, segundo o portal G1, que o motorista posicionou o veículo para embarcar na balsa, e saiu para chamar por passageiros que ainda não haviam entrado no ônibus. Ele teria esquecido de puxar o freio mão e o carro, então, teria descido em direção à água. Acabou batendo em um cabo de aço, que não suportou o peso e rompeu e, em seguida, caiu no rio.

A empresa responsável pela travessia, Camila Transportes, por sua vez, informou à reportagem do G1 que o micro-ônibus foi fretado em Santarém para levar um grupo de pessoas para um evento da igreja evangélica no setor 11, em Monte Alegre, e que o acidente aconteceu no momento em que o veículo manobrava para embarcar na balsa.

Uma vítima desaparecida

A Capitania Fluvial de Santarém e a Polícia Civil do Pará foram acionadas para a ocorrência e devem instaurar um inquérito para apurar o que teria causado o acidente. As identidades dos corpos ainda não foram divulgadas, mas, ainda segundo o G1, seriam ao menos quatro adultos e uma criança – um último corpo a ser resgatado ainda estaria preso no interior do veículo. Cinco vítimas foram levadas ao Instituto Médico Legal (IML) por volta das 9h40.

Em nota enviada ao GLOBO, a Polícia Científica do Pará afirmou que cinco corpos deram entrada na Coordenadoria de Santarém, onde estão sem identificação e procuração por parte de parentes. Já a Polícia Civil esclareceu que o caso está sendo acompanhado por equipes da delegacia do município de Santarém. O acidente, relata a polícia, ocorreu na madrugada desta segunda-feira (7), no distrito de Santana do Tapará, e perícias foram solicitadas para identificar as causas do acidente.

O Corpo de Bombeiros Militar e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil afirmam que ainda estão em busca de uma pessoa desaparecida. A Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-Pa) informaram que o micro-ônibus fazia transporte particular, portanto, não é regulado pela Arcon-PA, que fiscaliza o transporte intermunicipal de passageiros.

Ao G1, o comando local da Polícia Militar afirmou que os bombeiros foram chamados por volta de 5h30 para retirada deste último corpo, preso no interior do micro-ônibus, e que precisaram chamar reforço para a operação de resgate. Ouvido pelos militares, o motorista teria alegado um problema no freio.

– Nós fomos acionados por volta das 5h30 da manhã, informando essa situação que o micro-ônibus perdeu o freio e caiu do lado da balsa. Cinco corpos foram retirados, e tem ainda o corpo de um pessoa dentro do micro-ônibus. Estamos aguardando o Corpo de Bombeiros que está vindo de Santarém para retirar esse corpo. O motorista disse que foi realmente problema de freio, que ele não chegou a acionar o freio de mão. Mas as investigações estão a cargo da polícia judiciária – disse o subcomandante do 4º Posto de Policiamento Destacado (PPD) da CANP, identificado como subtenente Bezerra.