Seis vítimas de chacina são encontradas carbonizadas em carro em Santa Catarina

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - Seis operários de uma empresa prestadora de serviços de limpeza e roçada foram assassinados em Joinville, no norte de Santa Catarina. Outros três trabalhadores foram agredidos e sequestrados, mas liberados pelos criminosos.

Os corpos foram encontrados na manhã de domingo (8) carbonizados dentro de um carro na Estrada Serrinha, rodovia vicinal do município. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Conforme depoimentos preliminares à Polícia Civil, a chacina teve início na véspera, na residência das vítimas, uma casa alugada no bairro Morro do Meio, zona oeste da cidade, que foi invadida por um grupo de cerca de 20 homens armados.

Os operários, que não tiveram os nomes divulgados, seriam colegas de trabalho paranaenses que dividiam o custo do imóvel para trabalhar na cidade. Eles prestavam serviços de limpeza em subestações da Celesc, distribuidora de energia catarinense.

Segundo relatos de testemunhas aos policiais, os criminosos invadiram a casa e espancaram os moradores. Um dos trabalhadores teria sido assassinado ainda no local. Os demais foram raptados e levados em seus próprios carros. Na saída, a residência foi incendiada pelo grupo.

Três operários acabaram libertados na SC-108, entre Guaramirim (SC) e Joinville, a chamada rodovia do Arroz. Dois dos carros que pertenciam às vítimas foram abandonados e recuperados depois pela polícia.

Os seis trabalhadores restantes foram mortos. Os corpos foram encontrados carbonizados dentro de um Uno incendiado em um matagal. A Delegacia de Homicídios de Joinville investiga o caso.