Seleção feminina de futebol ganha primeiro patrocínio exclusivo

·1 minuto de leitura

A CBF anunciou nesta terça-feira o primeiro patrocínio exclusivo da seleção brasileira feminina. A marca da empresa Neoenergia, do grupo espanhol Iberdrola, será estampada nos uniformes de treino da equipe principal e das categorias de base e também dará nome ao Brasileiro A1.

O anúncio foi feito presidente da CBF, Rogério Caboclo, e o CEO da empresa, Mario José Ruiz-Tagle, que destacaram a importância da equidade de gênero pelo esporte. Os valores do patrocínio de quatro anos não foram anunciados.

– O prazer que é ver essa parceria sendo firmada, estamos aqui representando muitas gerações de mulheres do Brasil que não tiveram oportunidades. Agora as meninas estão tendo. Precisamos acreditar na igualdade e na oportunidade. Para as competições é extremamente importante ter um nome, isso coloca o futebol brasileiro para o mundo inteiro – disse Aline Pellegrino, coordenadora de competições femininas da CBF.

No ano passado, a CBF já havia equiparado os valores das diárias e premiações aos jogadores e jogadoras das seleções principais. Este ano, a entidade também confirmou a criação de novas competições femininas, como a Supercopa do Brasil e a terceira divisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos