Seleção do Uruguai confirma sete casos de Covid-19 um dia após jogo contra o Brasil

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) confirmou na manhã desta quarta-feira que dois jogadores da seleção e cinco membros da delegação testaram positivo para a Covid-19.

Entre os infectados estão os atacantes Diego Rossi e Alexis Rolín, que estavam no banco na partida contra o Brasil realizada na noite de terça-feira. Também testaram positivo o médico Alberto Pan; o preparador físico assistente Jorge Rey; o cinesiologia Richard López; Emiliano Aguirre, da AUF TV e Víctor Britez, do departamento de vestuário.

De acordo com a AUF, todos os citados passam bem e já foram submetidos às medidas sanitárias necessárias. Antes da partida, o Uruguai já havia comunicado três desfalques no time principal por conta do coronavírus: Matías Viña, Luís Suárez e Rodrigo Muñoz.

O seleção brasileira venceu o Uruguai por 2 a 0. O resultado deixa a equipe de Tite na primeira posição nas Eliminatórias da Copa do Mundo. O Brasil tem 12 pontos, três a frente do Equador. O Uruguai teve chances, mas não foi feliz nas finalizações e ainda perdeu Cavani, expulso.