Selena Gomez fala sobre dificuldade para engravidar por causa de remédios

A cantora Selena Gomez, de 30 anos, tem comentado abertamente sobre as suas esperanças de um dia se tornar mãe. Apesar disso, a artista também reconhece que esta pode ser uma tarefa difícil: segundo ela, os medicamentos que tem tomado para o transtorno bipolar provavelmente a impedirão de engravidar.

'Flordelis: questiona ou adora': Série documental analisa todos os ângulos do assassinato do pastor Anderson

'Malvado': Biografia de rei Charles III diz que ele maltratava funcionários e só dormia com ursinho

Selena disse que uma vez visitou uma amiga que tentava engravidar e, depois de passar um tempo com ela, lembrou das vezes em que chorou dentro do carro e pensou nos efeitos dos remédios que toma, que podem causar problemas na gravidez, como atraso no desenvolvimento ou questões neurocomportamentais.

"Isso é algo muito grande e presente na minha vida", disse Selena à revista americana Rolling Stone. " No entanto, eu terei (filhos)".

'Sentia que estava desaparecendo'

Durante a entrevista, Selena também falou sobre um episódio de psicose que sofreu em 2018. Apesar de não conseguir lembrar muito do momento, ela explicou que passou vários meses em tratamento enquanto sentia paranoia e dificuldade para confiar nas pessoas ao seu redor.

Na época, os amigos da cantora tiveram dificuldade em reconhecê-la e sua mãe soube da situação pela imprensa. De acordo com a artista, a psicose pode durar um período imprevisível de tempo e, no caso dela, disse ter melhorado pouco tempo antes de ser diagnosticada com transtorno bipolar.

Ao descobrir a doença, Selena precisou tomar vários remédios enquanto os médicos ainda tentavam descobrir a dose adequada. Seu estado de saúde melhorou, mas os medicamentos a deixaram com a sensação de estar “desaparecendo”. Foi quando um novo psiquiatra a tirou de todas as drogas do tratamento, exceto duas.

"Ele realmente me guiou, mas eu tive que me desintoxicar dos remédios que eu estava tomando. Precisei aprender e lembrar de certas palavras. Eu esquecia onde eu estava quando nós conversávamos. Foi um trabalho duro para eu aceitar que era bipolar e aprender a lidar com isso, porque não ia simplesmente passar".

A artista fala abertamente sobre suas questões contra a ansiedade e a depressão há alguns anos, mas foi em abril de 2020 que comentou pela primeira vez o seu diagnóstico bipolar. A declaração foi feita durante um episódio do programa Bright Minded, no instagram da cantora Miley Cyrus.

"Recentemente eu fui a um dos melhores hospitais psiquiátricos dos Estados Unidos e soube que, após anos passando por muitas coisas diferentes, eu era bipolar", disse Selena na época. "Então, quando procuro mais informações, isso realmente me ajuda. Não fico mais assustada. Comecei a querer saber tudo sobre o assunto, e aí perdi o medo".