Sem André, Diniz tenta fazer Fluminense quebrar incômodo tabu contra Palmeiras no Allianz Parque

Fernando Diniz precisará quebrar a cabeça pela primeira vez no seu retorno ao Fluminense. Isso porque, ele não terá o volante André para a partida de amanhã, contra o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Diferentemente de qualquer posição, a ausência da joia de 21 anos significa que o treinador terá que mudar um dos pilares da equipe. Além disso, terá que ajudar o tricolor a quebrar um incômodo tabu.

Neste momento, o Fluminense é o 14º colocado do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos, enquanto o Palmeiras é o 11º, com cinco. E para voltar a vencer no torneio, o tricolor terá de conseguir a sua primeira vitória no Allianz Parque — até aqui, sequer conquistou um empate.

Desde a inauguração do estádio, foram sete jogos e sete derrotas, marcando somente três gols nesse período. Além disso, marcou apenas três gols e não balança a rede desde junho de 2017. Diniz está ciente disso e prevê dificuldades.

— O Palmeiras é o time mais competitivo do Brasil. É o mais estável, que consegue dominar muito bem as fases do jogo, tanto pela qualidade do seu treinador, mas também dos jogadores, pelo histórico vencedor. Adversário muito duro que vamos enfrentar, mas vamos fazer o melhor para fazer grande jogo no domingo — avaliou Diniz.

Substituir André não tem sido tarefa fácil. O jogador está fora da partida pois foi expulso diante do Coritiba, no domingo passado, em lance que acabou dando início à virada paranaense na derrota por 3 a 2, no Estádio Couto Pereira.

Três nomes são opções. Wellington, que tem entrado bem nos últimos jogos e agradou Fernando Diniz diante do Junior Barranquilla, é o favorito e a principal das opções. Apesar da torcida pegar no pé do volante, ele tem sido muito elogiado internamente.

O mesmo vale para Nonato, que para muitos já merece uma chance entre os titulares. Porém, é segundo volante de origem e há dúvidas se o treinador irá testá-lo desta forma contra o atual bicampeão da Libertadores.

A terceira opção seria Felipe Melo. Mas o Fluminense deve aguardar mais uma semana para promover o retorno do jogador para não correr riscos com uma nova lesão. No início de abril, o atleta passou por cirurgia no joelho direito e ainda se recupera, apesar de já ter retornado aos treinos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos