Sem brasileiros na lista, entidade divulga melhores jogadores de 2022

A IFFHS (Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol) divulgou na madrugada desta quinta-feira a lista dos 11 melhores jogadores que atuaram em 2022. Sem nenhum brasileiro na seleção do ano, os destaques foram os atletas que se destacaram na Copa do Mundo do Catar, com duas exceções: Karim Benzema não jogou o Mundial por causa de uma lesão, e Erling Haaland, já que a Noruega não se classificou para a competição.

No gol, Thibaut Courtois, da Bélgica, foi o escolhido, e é também o vencedor da Bola de Ouro na posição. A primeira linha é composta por Alphonso Davies na lateral-esquerda (o jogador marcou o primeiro gol do Canadá em Copas do Mundo), os defensores Van Djik e Gvardiol, que tiveram boas atuações pela Holanda e Croácia, e Hakimi, lateral do Marrocos e do PSG que foi uma das lideranças da campanha que terminou com o histórico quarto lugar.

No meio campo, Messi e Modric, que lideraram suas seleções no Catar aparecem na lista, acompanhados de De Bruyne. O belga teve um desempenho abaixo da média no Mundial, e foi alvo as polêmicas envolvendo a seleção, chegando a afirmar que ele e seus companheiros de elenco estavam "velhos demais" para disputar o título.

O ataque escolhido é formado pelo trio Mbappé, artilheiro e vice-campeão da Copa do Mundo, e Benzema e Haaland, que ficaram de fora no Catar. Benzema é o atual vencedor da Bola de Ouro, enquanto o norueguês quebra recordes na Inglaterra pelo Manchester City: são 27 gols em 22 jogos desde julho.

Vinícius Júnior, que ficou em oitavo lugar na Bola de Ouro e fez o gol da vitória do Real Madrid na final da Champion's League, ficou de fora da lista. Mas se dentro de campo o Brasil não aparece, dois treinadores que atuaram no país em 2022 estão concorrendo ao título de melhor técnico: Dorival Júnior, pelo trabalho realizado no Flamengo, e Abel Ferreira, português à frente do Palmeiras.