Sem citar Bolsonaro, Lula diz que 'gente dele não tem pudor de ter matado a Marielle'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ex-presidente Lula falou sobre a morte de Marielle e associou assassinato com
Ex-presidente Lula falou sobre a morte de Marielle e associou assassinato com "gente" de Bolsonaro (Foto: SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Lula associou assassinato de Marielle Franco com o presidente Jair Bolsonaro

  • Ex-presidente não citou Bolsonaro diretamente, mas afirmou que "gente dele" não tem pudor de ter matado a vereadora

  • Declaração foi feita durante encontro com apoiadores em Porto Alegre

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) relacionou o assassinado da vereadora Marielle Franco com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Durante evento com apoiadores em Porto Alegre na última quarta-feira (1º), o petista disse que “gente” de Bolsonaro “não tem pudor de ter matado a Marielle”.

A gravação foi divulgada pelo portal Metrópoles e confirmada pela assessoria de Lula. Apesar de não ter citado o presidente Jair Bolsonaro de forma direta, a relação ficou subentendida.

“Quando a gente não pode se aproximar do governante, quando o governante tem um lado, um lado obscuro, porque a gente não sabe a qualidade de todos os milicianos dele, o que a gente sabe é que gente dele, sabe, não tem pudor de ter matado a Marielle”, disse Lula.

Após a divulgação do vídeo, aliados de Bolsonaro pediram que o petista fosse punido por disseminação de informações falsas. Foi o caso da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

“Esse tipo de FakeNews que pode afetar as eleições será coibido? O pré-candidato Lula será preso ou terá futuramente será cassado, na remotíssima hipótese de eleito?”, questionou Bia Kicis nas redes sociais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos