Sem convocados, Rogério Ceni usará pausa para ajustar Flamengo após série de desfalques

·1 minuto de leitura

O Flamengo teve seus jogos adiados devido a quantidade de atletas convocados à seleção brasileira. Com isso, Rogério Ceni terá tempo para remontar a sua equipe, que está totalmente desfigurada após a perda de atletas. O rubro-negro volta a campo para enfrentar o Coritiba, pela Copa do Brasil, dia 10 de junho, no Couto Pereira.

Pelas próximas semanas, o Flamengo não terá Gabigol, Everton Ribeiro e Rodrigo Caio convocados para a seleção brasileira principal, Pedro e Gerson para seleção olímpica, além de Arrascaeta, chamado pelo Uruguai, e Isla, pelo Chile.

É inevitável que jogadores que não são titulares passem a ganhar mais minutos com Rogério Ceni, casos de Gustavo Henrique, Matheuzinho, João Gomes, Max, Vitinho, Michael e Rodrigo Muniz. O treinador agora terá poucos dias para entrosá-los a tempo de disputar a competição nacional.

— Eles vão descansar dois dias, e nos outros oito vamos trabalhar. Sabemos que precisamos. Estamos há 13 jogos invictos, mas temos que evoluir. Vamos trabalhar parte tática, física e também para termos alternativas para quando não tivermos Everton, Arrascaeta, Gabriel, Isla... por um bom tempo. Depois tem o Gerson e Pedro durante as Olimpíadas. Vamos passar algum sufoco, com poucas alterações para fazer — disse Ceni.

A previsão é de que o período de maiores problemas seja durante a Copa América, em princípio marcada para começar dia 13 de junho e terminar dia 10 de julho, mesma data que deve ser disputada a 11ª rodada do Brasileiro. O rubro-negro teve os jogos do Flamengo contra Grêmio e Athletico adiados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos