Sem Dino, Bolsonaro inaugura obra no Maranhão e elogia parlamentares do estado

Victor Farias
·2 minuto de leitura

O presidente Jair Bolsonaro participou nesta quinta-feira de inauguração de trecho da BR-135, no Maranhão, sem a presença do governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), mas com a alta participação de parlamentares federais do Maranhão. Durante a cerimônia, o presidente citou nominalmente os nove deputados e o senador presentes e os elogiou.

— Como disse aqui o Tarcísio [Freitas], a bancada do Maranhão é aquela que, proporcionalmente, mais tem dispensado recursos de suas emendas, quer seja de bancada, quer seja individual, para o bem do seu estado — disse Bolsonaro.

De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que também participa da viagem, a bancada do Maranhão, proporcionalmente, foi a que mais destinou verbas de emenda parlamentar para o Ministério da Infraestrutura.

— Vou cumprimentar todos os deputados e senadores na pessoa do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), mas eu quero destacar todos os deputados que estão aqui e o senador, para que todos compreendam o seguinte: nenhuma bancada federal do Brasil ajudou tanto o Ministério da Infraestrutura quando o Maranhão — disse Tarcísio.

Ao discursar, Bolsonaro contou com a ajuda de um papel para ler o nome dos nove deputados presentes — o estado tem 18 cadeiras na Câmara dos Deputados. Ele também citou a participação do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), ex-aliado de Dino, que se aproximou do presidente.

O governador do estado não participou da inauguração. Ele e Bolsonaro são adversários políticos e costumam fazer críticas duras um ao outro. Dino, assim como o presidente, tem pretensões nacionais em 2022.

Na cerimônia, Bolsonaro também fez elogios ao Exército, responsável pela obra visitada, e disse que é "uma honra" ser presidente da República tendo um "Exército brasileiro com esse grau de patriotismo e dedicação à pátria".

O presidente também elogiou o ministro do Gabinete da Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, que completou 73 anos hoje. Segundo Bolsonaro, "ele está com 73 anos de idade, mas ta com o corpinho de capitão e o gás de terceiro sargento".