Por que Saddam Hussein entrou na mira dos EUA após 11/9

Saddam Hussein não estava envolvido no atentado às Torres Gêmeas, mas a bomba caiu em seu colo.

Assista também

Após a tragédia de 11 de setembro, George W. Bush alegou que o ditador iraquiano estava envolvido com a Al Qaeda, grupo terrorista responsável pelo atentado.

Além disso, em 2002, o ex-presidente americano tentou convencer a ONU de que Saddam era uma ameaça para o mundo, já que escondia um enorme arsenal de armas químicas.

Mesmo após a devastação do Iraque em oito anos de Guerra no país, o fato nunca foi provado.

Ironicamente, Saddam Hussein já havia recebido ajuda do exército americano nos anos 1980 na Guerra Irã-Iraque.

A amizade acabou na década seguinte durante a Guerra do Golfo, quando os Estados Unidos atacaram os iraquianos que haviam invadido o Kuwait.

A intervenção norte-americana no Iraque nos anos 2000 ajudou a derrubar o regime ditatorial de Saddam, que teve que fugir da capital Bagdá.

Em 2004, após ser encontrado escondido em um buraco de uma fazenda, foi preso e julgado por crimes contra a humanidade.

Dois anos depois, Saddam Hussein foi condenado à morte e enforcado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos