Sem futebol na França, PSG quer disputar todos os jogos da Liga dos Campeões como visitante

Com a França reforçando o isolamento social devido a pandemia do novo coronavírus, o Campeonato Francês foi cancelado. Porém, isso não significa que acabou a temporada para o Paris Saint-Germain. A equipe de Neymar e Cavani está disposta a seguir na Liga dos Campeões, mesmo que isso signifique disputar todos os jogos fora de casa. 

No mesmo dia em que governo local anunciou que o Campeonato Francês, assim como outros eventos esportivos profissionais do país, não serão retomados, o presidente do clube, Nasser Al-Khelaïfi, divulgou uma nota informando que o clube está a disposição para disputar a Liga dos Campeões em solo estrangeiro.

- Com o acordo da UEFA, pretendemos participar da fase final da Liga dos Campeões nos locais e datas em que serão organizadas. Se não for possível jogar em França, jogaremos os nossos jogos no estrangeiro, em que nos garantam as melhores condições de segurança sanitária - afirmou o presidente do clube parisiense em comunicado.

Sobre a decisão de não retomar o campeonato, Al-Khelaïfi disse que "respeita a decisão do governo francês". O PSG está nas quartas de final da Champions, fase em que também já está o Atlético de Madrid, Atalanta e Leipzig.

O primeiro-ministro Edouard Philippe da França disse nesta terça-feira que a primeira e segunda divisões "não poderão ser retomadas". O futebol foi suspenso indefinidamente no país em 13 de março. A Federação Francesa esperava retomar a temporada em 17 de junho e terminar em 25 de julho, sem prejudicar o início da campanha 2020/21.

Apesar da fala de Philippe, federação e Liga de Futebol Profissional (LFP) ainda não se manifestaram para oficializar o cenário. Ainda não se sabe se as entidades decidirão pelo encerramento do campeonato sem um campeão ou se basearão o resultado da campanha nas classificações atuais.

Faltando 10 rodadas para o fim do campeonato, o atual campeão do Paris Saint-Germain lidera com 12 pontos de vantagem sobre o Marselha, em segundo lugar.