Sem gramado: imagens aéreas mostram obra no Nilton Santos

O gramado do Estádio Nilton Santos já foi totalmente retirado para que seja colocado um novo 100% artificial. Imagens feitas na manhã desta quarta-feira mostram a parte do campo do Engenhão apenas em terras para a instalação da grama sintética.

A obra no estádio começou na última segunda-feira e tem sido comandada pela FieldTurf, líder global no segmento que trará componentes materiais de Portugal e Holanda para integrar a instalação no local.

A decisão de por grama sintética foi feita pela SAF, após um processo de redefinição estratégica para os próximos anos. A previsão da conclusão das obras está marcada para a estreia da Copa Sul-Americana, no começo de abril.

O diretor de operações da SAF Botafogo, Alexandre Costa, afirmou que existem quatro pontos fundamentais que é melhor que o estádio tenha grama sintética.

“A primeira seria a jogabilidade, ou seja, precisa ser um trabalho perfeito para a prática de futebol. A segunda seria o conforto, nós olhamos para um sistema que fosse confortável para os jogadores, o mais parecido possível com o gramado natural. A terceira seria a possibilidade de suportar as cargas referentes aos grandes eventos que acontecerão aqui. A quarta seria a possibilidade de arrefecimento, um gramado sintético tem tendência para subir a temperatura, não só o sistema que compõe o gramado, mas também o sistema de irrigação precisa estar preparado para diminuir essa temperatura”, escreveu Costa.