Sem licença de funcionamento em SP, hospital da Prevent Senior tem mais de R$ 125 em multas

·1 minuto de leitura
Hospital da Prevent Senior funciona sem alvará - Foto: Divulgação/Prevent Senior
Hospital da Prevent Senior funciona sem alvará - Foto: Divulgação/Prevent Senior
  • Hospital da Prevent Senior funciona sem alvará de funcionamento em São Paulo

  • Prefeitura constatou a infração em fiscalização realizada na última sexta-feira (24)

  • Por conta das irregularidades, a unidade possui mais de R$ 125 mil em multas

Um hospital da Prevent Senior em São Paulo está funcionando sem licença prévia de funcionamento. Foi o que constatou a prefeitura da capital paulista, de acordo com o portal R7.

Uma fiscalização realizada na última sexta-feira (24) confirmou a ausência do alvará na unidade da Vila Olímpia, localizada no número 1.155 da Rua Casa do Ator.

Leia também:

A própria prefeitura esclareceu que o hospital precisa regularizar sua situação nos próximos 30 dias. Caso não apresente a licença de funcionamento ao fim do período, a unidade terá de encerrar as atividades.

No momento, o hospital da Vila Olímpia da Prevent Senior tem multas no valor de R$ 125.435,99.

Bruna Morato, advogada de médicos da Prevent Senior que denunciaram práticas da operadora (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Bruna Morato, advogada de médicos da Prevent Senior que denunciaram práticas da operadora (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Em nota ao R7, a assessoria da operadora afirmou que "a unidade tem autorização do Estado para funcionar como hospital de campanha".

Operadora distribuiu “kit Covid”

Alvo da CPI da Covid por irregularidades no tratamento de pacientes com coronavírus, a Prevent Senior ameaçou demitir médicos que não distribuíssem remédios como cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina e a azitromicina.

Foi o que afirmou a advogada Bruna Morato, representante de ex-médicos da operadora Prevent Senior que denunciaram as supostas irregularidades, na sessão da última terça-feira (28) da CPI.

A comissão recebeu um dossiê elaborado por 15 médicos que trabalharam para a Prevent Senior. O grupo de médicos acusa a empresa de coagir profissionais a aplicarem nos pacientes medicamentos do chamado kit Covid, que são comprovadamente ineficazes contra a Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos