Sem novo depoimento de Queiroga, CPI pede esclarecimentos por escrito sobre plano de vacinação

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os senadores da CPI da Covid aprovaram requerimentos com pedidos de informações em que solicitam esclarecimentos ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre alguns temas considerados sensíveis, como o plano de vacinação em 2022.

Esta será a última semana com depoimentos na CPI e por isso a cúpula da comissão avalia que não haverá tempo hábil para ouvir novamente o ministro. Queiroga foi infectado pelo novo coronavírus e ficou em isolamento em Nova York.

O ministro terá 48 horas para enviar as respostas.

O documento pede o detalhamento do plano nacional de vacinação para 2022, do programa de acompanhamento epidemiológico, dados sobre o estoque de vacinas, os nomes dos membros da equipe técnica que acompanha a pandemia e formula políticas públicas e justificativas para não seguir com o uso da Coronavac no próximo ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos