Sem parabenizar vitória, Bolsonaro faz nova crítica a presidente eleito da Colômbia e o associa a Lula

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, na noite desta segunda-feira, e seguiu sem parabenizá-lo pela vitória, mais de 24h após a divulgação do resultado. Bolsonaro fez uma relação entre um trecho do discurso de vitória de Petro e uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu principal adversário nas eleições deste ano.

Bolsonaro fez referência a uma fala em que Petro defendeu a soltura dos "jovens" colombianos que estão presos, segundo ele, apenas por ter "esperança". Apesar do presidente eleito não ter especificado a quem estava se referindo, a imprensa colombiana afirmou que foi uma referência a manifestantes presos na onda de protestos que atingiu o país no ano passado.

— Vocês viram o discurso de hoje do novo presidente da Colômbia? "Soltar todos os meninos presos, todos". O Lula vai soltar os menininhos que mataram alguém por um celular para tomar uma cerveja — disse Bolsonaro, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, no início da noite.

Depois, na mesma conversa, o presidente voltou a fazer referência ao episódio, e citou uma fala recente em que Lula contou ter intercedido pelos sequestradores do empresário Abílio Diniz.

— Ele acabou de falar agora: vamos soltar os meninos presos, igualzinho o Lula falou dos meninos que sequestraram o Abílio Diniz. O Lula falou “foi um equívoco (o sequestro)”. Equívoco, pessoal? Um sequestro, você planeja.

Mais cedo, Bolsonaro já havia chamado Petro de "ex-guerrilheiro" do "movimento de esquerda revolucionária".

O Ministério das Relações Exteriores ainda não se manifestou oficialmente sobre a eleição no país vizinho. Já o vice-presidente Hamilton Mourão desejou "sorte" a Petro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos