Sem provas, Mourão sugere que Queiroga deixou o Brasil já com covid-19

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Na imagem, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Hamilton Mourão afirmou que o ministro da Saúde já deve ter saído do Brasil contaminado pela covid

  • Queiroga fazia parte da comitiva brasileira que viajou para os Estados Unidos

  • O vice-presidente da República, porém, não sei apresentou comprovação de sua conclusão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou, nesta quarta-feira (22), que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já deve ter saído do Brasil contaminado pela covid-19. Mourão, no entanto, não apresentou nenhuma comprovação de que o ministro já tivesse infectado antes de chegar em Nova York.

"O ministro já deve ter saído daqui (com o vírus). Pelo que a gente conhece em termos de contaminação, leva de cinco a sete dias. Ele estava há dois dias nos Estados Unidos. Acho que o PCR não foi exigido para os vacinados. Então, acredito que ele já saiu daqui carregando o vírus”, disse ao chegar ao gabinete da vice-presidência no Palácio do Planalto.

Queiroga fazia parte da comitiva brasileira que viajou para os Estados Unidos para a Assembleia Geral da ONU. A confirmação do resultado positivo do ministro foi divulgada na noite de terça-feira (21).

Na mesma conversa com a imprensa, Mourão foi perguntado se faltou cuidado por parte da comitiva e ele negou. "Eu acho que não porque as mesmas coisas acontecem aqui. Quantas solenidades ocorrem aqui no Palácio, com uma porção de gente, uns com máscara, outros sem máscara, né? Até em um ambiente muito mais confinado. Acho, volto a dizer, posso até estar enganado, mas acho que o ministro Queiroga já saiu carregando o bichinho", avaliou.

Leia também

Após o teste positivo para o coronavírus de Queiroga, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que toda a comitiva cumpra o período de quarentena e outras medidas de segurança. Leia a nota completa:

"A Anvisa encaminhou, neste início de madrugada, ofício à Casa Civil da Presidência da República recomendando que os integrantes da comitiva presidencial que estiveram, nos últimos dias, na cidade de Nova Iorque (EUA), e mantiveram contato com o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga – testado positivo para a COVID-19 - realizem isolamento de 14 dias, nos termos do Guia de Vigilância Epidemiológica para COVID-19 publicado pelo Ministério da Saúde.

A agência submeteu à Casa Civil considerações relativas aos regramentos vigentes e antecipou recomendação sanitária alinhadas às regras brasileiras que visam à proteção dos viajantes e da população brasileira.

No expediente, a Anvisa considera que a situação deve ser objeto de apreciação imediata pela Casa Civil da Presidência da República, à luz do que preconiza o art. 10, da Portaria 655, de 2021, o qual prevê que os ministérios responsáveis pela sua edição, poderão, de forma fundamentada e mediante prévia consulta à Anvisa, analisar os casos excepcionais quanto ao cumprimento de determinações sanitárias no âmbito das regras estabelecidas pela mesma portaria.

Nesse contexto e em vista da urgência do caso, a Anvisa antecipou sua recomendação, orientando que os integrantes da comitiva:

a) desembarquem no Brasil de forma a expor o mínimo possível ambientes e pessoas;

b) cumpram o período de isolamento de 14 dias após o último dia de contato com o caso confirmado de covid-19, conforme o Guia de Vigilância Epidemiológica para COVID-19 publicado pelo Ministério da Saúde;

c) cumpram isolamento na cidade de desembarque no Brasil, evitando novos deslocamentos até que tenham ultrapassado o período de transmissibilidade do vírus;

d) sejam novamente testados em solo brasileiro.

Adicionalmente, depois do desembarque, a Anvisa propôs que seja realizada a limpeza e desinfecção da aeronave conforme protocolos de higienização."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos