Sem registro de casos e já com vacina, Palau pode ser o primeiro país totalmente livre da Covid-19

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Latinstock / Agência O Globo

Localizado na Oceania, o Palau tem a oportunidade de se tornar o priemiro país totalmente livre do coronavírus. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, desde o início da pandemia, o arquipélago no Pacífico não registrou nenhum caso de Covid-19. Somado a isso, a população de 18 mil habitantes já começou a ser vacinada contra a doença no domingo (3).

Em tempos de pandemia, a receita para o sucesso foi o isolamento. Ainda em janeiro, quando o vírus começou a se espalhar pela Ásia, a chegada ao país começou a ser restringida. Já em março as fronteiras foram totalmente fechadas. A partir daí, a testagem da população foi adotada para rastrear possíveis casos.

O Palau teve acesso ao programa de vacinação em massa dos Estados Unidos e recebeu no sábado 2800 doses do imunizante desenvolvido pela farmacêutica Moderna.

— Temos sorte de estar em uma posição em que temos acesso às vacinas e nosso pequeno tamanho facilita para nós implantarmos o programa. Não é obrigatório receber a vacina, então nossa meta é vacinar cerca de 80% da população. Esperamos conseguir imunidade de rebanho por meio do programa de vacinação — informou o ministro da saúde Ritter Udui à "CNN".

A médica geriatra Sylvia Osarch, de 60 anos, foi a primeira pessoa do país a receber a vacina e afirmou ter se sentido "animada em dar o exemplo para a comunidade".

— Quero dizer à comunidade que tomei a vacina para protegê-los. Então, quando for a vez deles, por favor, tome para nos proteger, os profissionais de saúde — ressaltou.