Sem salto e saia: companhia ucraniana inclui tênis e calças em uniforme de aeromoças

·1 minuto de leitura

Diversas companhias aéreas já perderam processos trabalhistas por causa de exigências sexistas, como a obrigatoriedade de que mulheres usem maquiagem, salto alto e saias para trabalhar, ainda que estejam desconfortáveis.

Contrariando o padrão, a SkyUp Airlines, companhia aérea privada ucraniana, decidiu incluir tênis e ternos com calça em seu dress code.

A iniciativa surgiu após a empresa ouvir o feedback das comissárias de bordo sobre seu uniforme: “Os sapatos de salto alto são lindos, mas os pés incham ao final do voo”, disse uma.

"Se a tripulação precisar fazer um pouso na água e uma evacuação, os saltos podem danificar a escada e não será confortável nadar com uma saia", observou outra.

A companhia disse que pesquisou a história dos uniformes da tripulação e decidiu abandonar os elementos “conservadores” do visual de uma comissária de bordo.

A partir de então, tranças agora vão substituir o coque ou o rabo-de-cavalo apertado; o salto agulha poderá ser substituído por tênis branco; e as saias lápis vão dar lugar ao terno laranja solto, com calças e um lenço de seda, fabricados por marcas ucranianas. O novo uniforme será lançado oficialmente no dia 22 de outubro.

“Apesar da imagem de uma comissária de bordo feminina ser muito romantizada, seu trabalho exige muito treinamento físico”, disse a chefe do departamento de marketing da SkyUp Airlines, Marianna Grygorash.

Grygorash ainda completou que a empresa planeja lançar também um novo uniforme para a tripulação masculina: um terno leve, ao invés de um colete, e uma camiseta no lugar de uma camisa, que será combinada com tênis preto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos