"Sem volta ao passado", diz Barroso ao defender eleições livres e seguras

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Ministro Roberto Barroso participa de sessão do Supremo Tribunal Federal
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou nesta terça-feira que o amor ao Brasil e à democracia une os brasileiros, sublinhando que não deve haver "volta ao passado", em postagem no Twitter a propósito do feriado de 7 de Setembro.

"Brasil, uma paixão. Brancos, negros e indígenas. Civis e militares. Liberais, conservadores e progressistas. Desde 88, a vontade do povo: Collor, FHC, Lula, Dilma e Bolsonaro. Eleições livres, limpas e seguras. O amor ao Brasil e à democracia nos une. Sem volta ao passado", disse ele.

Barroso é um dos principais alvos das críticas do presidente Jair Bolsonaro e de simpatizantes do chefe do Executivo nas manifestações pelo Dia da Independência. O presidente do TSE é um opositor da adoção do voto impresso para urnas eletrônicas, proposta cara ao bolsonarismo que foi derrotada pelo plenário da Câmara recentemente.

O presidente do Congresso Nacional e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também usou o Twitter para se manifestar sobre o 7 de Setembro, fazendo um alerta sobre a democracia.

"Ao tempo em que se celebra o Dia da Independência, expressão forte da liberdade nacional, não deixemos de compreender a nossa mais evidente dependência de algo que deve unir o Brasil: a absoluta defesa do Estado Democrático de Direito", destacou.

Pacheco não compareceu à cerimônia no Palácio da Alvorada em comemoração ao Dia da Independência.

Anfitrião da solenidade, Bolsonaro se desloca de helicóptero à Esplanada dos Ministérios, onde deve fazer um discurso para apoiadores na manhã desta terça.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos