Senado aprova indicação e André Mendonça será ministro do STF

·1 min de leitura
  • Indicação foi do presidente Jair Bolsonaro;

  • Mendonça é pastor da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília.

  • Na CCJ, nome de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal foi aprovado por 18 votos a 9

O Senado aprovou na indicação de André Mendonça para uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF). Foram 47 votos favoráveis - 6 acima do mínimo necessário. O ex-ministro da Justiça e da Advocacia-Geral da União do governo do presidente Jair Bolsonaro assumirá a vaga no STF aberta com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello neste ano.

Ainda na tarde de hoje (01), o nome de André Mendonça foi aprovado por 18 votos a 9 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

A CCJ do Senado realizou a sabatina, que durou mais de 7 horas, após mais de quatro meses da indicação do nome dele para a vaga deixada por Marco Aurélio no Supremo feita por Bolsonaro. Após a série de questionamentos dos senadores, ocorreu a votação na comissão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos