Senado cria comissão externa para acompanhar buscas por desaparecidos

O Senado Federal decidiu criar nesta segunda-feira uma comissão externa para acompanhar as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista inglês Dom Phillips, desaparecidos desde domingo na região do Vale do Javari, no oeste do Amazonas.

O requerimento foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues, da Rede do Amapá. A comitiva de parlamentares que visitará o local será composta por nove senadores — três da Comissão de Constituição e Justiça, três da Comissão de Meio Ambiente e três da Comissão de Direitos Humanos da Casa.

— Há uma ofensa ao Estado brasileiro, há uma ofensa às instituições gravíssimas. E nós no Senado Federal não podemos tolerar essas atrocidades — declarou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco — Gostaria de instar, senadores e senadoras, independente de partido, independente de base ideológica, independente se é de oposição ou do governo, para que o Senado possa reagir.

De acordo com o requerimento do senador Randolfe Rodrigues, a diligência dos parlamentares na região deverá durar dois meses e investigará "in loco as causas e as providências adotadas diante do desaparecimento do indigenista Bruno Araújo e do jornalista Dom Phillips, servindo como subsídio para eventual pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito", segundo um trecho do pedido.

O requerimento deve passar por votação ainda hoje.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos