Senado dos EUA finaliza projeto de lei de infraestrutura promovido por Biden

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
O Capitólio dos EUA em 23 de março de 2017
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Os senadores americanos terminaram neste domingo (1) de redigir o projeto de lei de infraestrutura promovido pelo presidente Joe Biden, que pode ser aprovado em questão de dias, informou o líder democrata no Senado, Chuck Schumer.

O grupo de democratas e alguns republicanos trabalhando nesse plano "terminou de redigir o texto da lei de infraestrutura", declarou Schumer à Câmara Alta, que se reuniu excepcionalmente no fim de semana.

"Acho que o Senado poderá processar as emendas e aprovar essa lei nos próximos dias", continuou.

O texto, de mais de 2.000 páginas segundo a imprensa americana, aponta para gastos em obras da ordem de um trilhão de dólares e é um dos pilares do mandato de Joe Biden.

O presidente democrata pretende renovar e construir pontes, estradas, dutos e redes de Internet.

A outra grande aposta econômica e social de Biden é aprovar um plano de US$ 3,5 bilhões para investimentos no que ele chama de infraestrutura "humana".

Os democratas, no entanto, não contam com vozes republicanas para apoiar este plano, que fornece fundos enormes para o sistema educacional, as famílias, o meio ambiente e a saúde.

O grande projeto político de Joe Biden é fazer dos Estados Unidos a alternativa ao modelo autoritário chinês, o que implica estar na vanguarda da inovação, mas também garantindo empregos e prosperidade para a classe média.

aue/dg/gm/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos