Senado dos EUA votará projeto de lei sobre direito ao aborto na quarta-feira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Protesto pró-aborto do lado de fora da Suprema Corte dos EUA
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - O Senado dos Estados Unidos votará na quarta-feira um projeto para transformar os direitos ao aborto em lei, em reação ao rascunho de decisão vazado que indicou que a Suprema Corte está prestes a reverter a histórica decisão de 1973 que permitiu o aborto no país, disse o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, neste domingo.

"Todo norte-americano verá como cada senador se posiciona", disse Schumer durante uma coletiva de imprensa com líderes estaduais em Nova York. Os republicanos "não podem mais se esquivar. Os republicanos têm tentado se esquivar", afirmou.

O democrata disse que apresentará o documento na segunda-feira e o Senado, com 100 membros, votará o projeto na quarta-feira.

Schumer chamou o rascunho de decisão de uma "abominação", ressaltando que a maioria dos norte-americanos quer preservar o direito de fazer um aborto e os cuidados com a saúde das mulheres.

"A escolha não deve ser de um punhado de juízes de direita. A escolha não deve ser de um punhado de políticos de direita. É um direito da mulher. Puro e simples", disse.

Na semana passada, vazou um rascunho de decisão que mostrava que a maioria da Suprema Corte norte-americana votaria para reverter a decisão história do caso Roe vs. Wade, o precedente legal que garante o acesso ao aborto nos EUA.

(Reportagem de Brendan O'Brien)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos