Senado instala CPI da Covid em meio a embate judicial

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CPI da Covid começou a ser instalada nesta terça-feira (27), às 10h, no Senado, em meio a um embate na Justiça entre aliados do presidente Jair Bolsonaro e senadores independentes ao governo uma guerra de narrativas sobre o combate ao coronavírus. Na sessão desta terça-feira, o presidente e o vice-presidente da CPI devem ser eleitos e o relator deve ser nomeado. Na noite desta segunda (26), a Justiça Federal do Distrito Federal concedeu uma decisão liminar (provisória) para impedir que Renan Calheiros (MDB-AL) seja nomeado relator. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), no entanto, disse que não vai cumprir a decisão. A CPI deverá apurar a atuação do governo federal na pandemia, o que pode embasar eventual responsabilização de membros do governo e do próprio presidente Bolsonaro.