Senado já gastou R$ 2 milhões com passagem aéreas e diárias para escolta policial em 2022

Somente na primeira metade deste ano eleitoral, o Senado já gastou R$ 1 milhão para bancar passagens para escolta policial de seus senadores nos aeroportos do país. Como funciona esse serviço? Um policial legislativo acompanha o parlamentar no voo de Brasília até sua base eleitoral para impedir que ele seja hostilizado durante a viagem.

Aliás, além dos gastos com bilhetes aéreos, o Senado também paga diárias para os agentes que viajam para fazer a segurança dos parlamentares. Entre escoltas policiais e missões oficiais só para os servidores, de janeiro até agora, já foram repassados R$ 990 mil em diárias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos