Senador da CPI afirma ter sido espionado pelo Exército

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  29-06-2021 - O senador Rogério Carvalho (PT-SE). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 29-06-2021 - O senador Rogério Carvalho (PT-SE). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O senador Rogério Carvalho (PT-SE), membro suplente da CPI da Covid, afirmou durante sessão nesta terça-feira (3) que foi espionado por oficiais do Exército.

"Eu quero informar a esta CPI e a todos que estão ouvindo que eu fui surpreendido, semana passada. Fui convidado por um amigo para uma conversa e ele relatou que recebeu um oficial do Exército, um coronel do Exército, da reserva, com um oficial da ativa, que foram ao meu estado para bisbilhotar a minha vida, para saber o que é que podia ter para usar contra mim", disse.

"Eu quero dizer ao senhor [ministro da Defesa Walter] Braga Netto, que foi o emissário do oficial do Exército para fazer espionagem contra um parlamentar, um senador da República, que eu não tenho medo, que eu não abrirei mão das minhas convicções, que eu entrego a minha vida pela causa que eu defendo, que ninguém vai me intimidar", completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos