Senador do PT acionará MP após Piquet pedir morte de Lula: "No cemitério"

Nelson Piquet ofendeu e pediu a morte de Lula - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Nelson Piquet ofendeu e pediu a morte de Lula - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Ex-piloto Nelson Piquet disse que quer ver o presidente eleito Lula "no cemitério"

  • Senador Humberto Costa decidiu mover ação contra o tricampeão mundial de Fórmula 1

  • Petista entende que Piquet ameaçou a vida de Lula

O senador Humberto Costa (PT-PE) informou que vai acionar o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) para entrar com representação contra o ex-piloto Nelson Piquet.

O petista agiu após Piquet ofender o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e dizer que quer vê-lo "no cemitério".

"Estou entrando com uma representação junto ao MPDFT contra o ex-piloto golpista, Nelson Piquet. Em vídeo que circula nas redes sociais, Piquet ameaça a vida do ex-presidente Lula. Não podemos normalizar o ódio e a barbárie", anunciou no Twitter.

Em vídeo que viralizou nas redes sociais, Piquet aparece ao lado de um manifestante em ato golpista, realizada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL). "Vamos botar esse Lula filho de uma p... para fora disso", diz.

O manifestante, então, entoa o lema de Bolsonaro: "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". Piquet emenda: "E Lula lá no cemitério, filho de uma p...".

Histórico bolsonarista

Piquet é apoiador declarado de Bolsonaro e chegou a pilotar o Rolls-Royce no qual o presidente desfilou durante os festejos de 7 de setembro no ano passado.

O tricampeão mundial de Fórmula 1 também doou R$ 200 mil ao PP, partido da coligação de Bolsonaro, e mais de R$ 500 mil à campanha do presidente na disputa pela reeleição.

Nos últimos meses, Piquet também virou notícia por um episódio de racismo, ao chamar de "neguinho" o piloto Lewis Hamilton durante entrevista.