Senador Major Olímpio morre em decorrência da covid-19

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Em discurso, à tribuna, senador Major Olimpio (PSL-SP).

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Senador Major Olimpio (PSL-SP) morreu após contrair a covid-19 (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
  • Senador Major Olímpio, líder do PSL no Senado, morreu nesta quinta-feira (18) em decorrência da Covid-19

  • Major Olímpio contraiu a doença no dia 2 de março e, com o agravamento do caso, teve de ser internado na UTI

  • O senador também era opositor do governador João Doria (PSDB); em 2021, organizou manifestações contra o aumento do ICMS, proposto pelo tucano

Morreu nesta quinta, 18, o senador Major Olímpio (PSL-SP), em decorrência da Covid-19. O comunicado foi feito pela família do parlamentar nas redes sociais.

"Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olimpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados", informou no Twitter.

Leia também:

Major Olímpio informou que contraiu Covid no dia 2 de março e, com o agravamento do caso, teve de ser internado na UTI.

Policial Militar, Olímpio entrou na política em 2006, ao se filiar ao PP. Ao longo do tempo, passou por diversas legendas, como PV, PDT, PMB, Solidariedade, até chegar ao PSL, em 2018, na onda bolsonarista. Entre 2007 e 2015, o militar ocupou o cargo de deputado estadual por São Paulo. Em 2015, assumiu o posto de deputado federal e, em 2018, foi eleito senador.

Major Olímpio era um representante da PM e surfou na onda do presidente Jair Bolsonaro. Mesmo com pautas parecidas, como a defesa do armamento da população, os dois romperam após as denúncias de corrupção contra Bolsonaro e os filhos. Olímpio passou a criticar o presidente.

"O que eu estou enojado é com comportamentos que ele adotou e vem adotando. Adotou comigo. Essa negociação com o Centrão por cargos, essa safadeza que nós tanto lutamos contra", disse Olímpio sobre Bolsonaro em maio de 2020, quando foi vazado um áudio do parlamentar criticando o presidente.

Senador era opositor do governo João Doria (PSDB)

O senador também era opositor do governador João Doria (PSDB). Em 2021, organizou manifestações contra o aumento do ICMS, proposto pelo tucano.

As posições do parlamentar em relação à pandemia eram ambíguas. Apesar de se posicionar a favor da vacinação em massa, em outubro de 2020, criticou Doria por querer que a vacina fosse obrigatória.

"O povo de São Paulo, estatisticamente, não quer essa vacina chinesa, e irá aguardar outras oportunidades. Portanto, não adianta Doria insistir pela obrigatoriedade dessa vacina. Nós, paulistas, e paulistanos, iremos tomar a vacina que nós decidirmos, que nós escolhermos. Não adianta ele vir com força política e fazer média num momento agudo como esse", afirmou Olímpio na ocasião.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos