Senadora norte-americana pede que CEO do Facebook retenha documentos relacionados a depoimento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Zuckerberg, CEO do Facebook, testemunha remotamente em comitê do Senado norte-americano
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por David Shepardson

WASHINGTON (Reuters) - A presidente do Comitê de Comércio do Senado dos Estados Unidos, Maria Cantwell, pediu nesta terça-feira que o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, preserve todos os documentos relacionados ao depoimento feito na semana passada pela informante Frances Haugen.

"O depoimento ... levanta preocupações significativas sobre se o Facebook enganou o público, reguladores federais e este comitê", disse Cantwell, que é do partido democrata.

"Este comitê continuará a supervisionar e trabalhar para buscar projetos de lei que protejam a privacidade dos consumidores, melhorem a segurança de dados e fortaleçam a fiscalização federal para abordar os prejuízos digitais, que são o assunto dessas audiências."

Cantwell pediu que o Facebook preserve e retenha as pesquisas internas da empresa citadas por Haugen e a avaliação do Facebook sobre a pesquisa; sistemas de ranqueamento ou composição; experimentos ou recomendações para alterar esses sistemas de ranqueamento e o impacto das plataformas do Facebook em crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade.

O Facebook não respondeu imediatamente a um pedido por comentários.

Na semana passada, o Comitê de Comércio criticou duramente o Facebook, acusando Zuckerberg de buscar sempre lucros maiores enquanto era arrogante sobre a segurança dos usuários.

O comitê exigiu que agências de regulação investiguem as acusações feitas pela informante de que a empresa de redes sociais prejudica a saúde mental de crianças e alimenta divisões.

Zuckerberg defendeu a empresa, dizendo que as acusações estão em discordância com os objetivos do Facebook.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos