Senadora dos EUA publica projeto de lei no GitHub; resultado foi caótico

Atos de deboche e trollagem de usuários no GitHub foram a reação mais comum ao projeto de lei
Atos de deboche e trollagem de usuários no GitHub foram a reação mais comum ao projeto de lei
  • Embora alguns usuários dessem sugestões relevantes, a maioria se mostrou contrária à lei;

  • Atos de deboche e trollagem de usuários de criptomoedas foram a reação mais comum;

  • GitHub permite que usuários comentem e revisem o código de programação de outros.

A senadora americana Cynthia Lummis, do partido Republicano de Wyoming, decidiu fugir do tradicional na hora de consultar o público quanto a seu novo projeto de lei: ela o colocou no GitHub.

A plataforma é um conhecido repositório de código aberto, onde desenvolvedores de programas podem colocar lá seus programas e qualquer um pode comentar, revisar, criar edições e bifurcar em novas versões. As ferramentas do site, inicialmente pensadas para código de programação, acabaram por servir bastante à ideia da senadora, inclusive tematicamente, visto que o projeto é sobre criptomoedas.

“Como prometido, agora você pode contribuir com comentários no meu projeto de lei estabelecendo uma estrutura para ativos digitais com (Sen. Gillibrand)”, escreveu Lummis em um tweet compartilhando a notícia. “Comentários e críticas civis são bem-vindos. Por favor, compartilhe amplamente. Queremos acertar isso.”

Até agora os usuários do GitHub fizeram 24 comentários no projeto de lei, além de 8 "pull-requests", usados para debater e propor mudanças em uma nova cópia do texto. Algumas das respostas têm sido úteis e propositivas ao texto. Um dos usuários pediu às senadoras que criassem um imposto sobre a mineração para aumentar o preço das criptomoedas criadas a partir da metodologia 'proof-of-work'”. Outro levantou questões sobre as stablecoins algorítmicas, como é o caso do protocolo LUNA/USDT.

Entretanto, a maior parte das respostas tem sido deboche e trollagem por parte dos usuários, que não veem na regulamentação das criptomoedas algo positivo. Uma das respostas foi “Você sabe que pode encontrar alguém para fazer o Findom usando o Google, né?”. Outro usuário propôs substituir o texto pelo código fonte do popular jogo de tiro em primeira pessoa Doom. “Esta lei faria muito mais para beneficiar os americanos comuns se seu texto fosse substituído pelo código-fonte do Doom.”

A lei foi criada no ínicio deste mês pelas senadoras Cynthia Lummis e Kirsten Gillibrand, Democrata de Nova York, como um esforço bipartidário para que as agências reguladoras monetárias possam determinar se um ativo digital pode ser considerado uma commodity ou um valor mobiliário.

Caso aprovado, o projeto colocaria grande parte do mundo das criptomoedas sob controle da Commodities Future Trading Authority (CFTC), uma das quatro agências reguladoras do mercado financeiro americano, algo que muitos criptoentusiastas são veementemente contra.

“É fundamental que os Estados Unidos desempenhem um papel de liderança no desenvolvimento de políticas para regular novos produtos financeiros, ao mesmo tempo em que incentivam a inovação e protegem os consumidores", disse Gillibrand em um comunicado no dia 7 de junho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos