Senadores condenam insulto de Bolsonaro à apresentadora da CNN Brasil

·1 minuto de leitura
**ARQUIVO**BRASÍLIA, DF, 27.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro fala com a imprensa em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
**ARQUIVO**BRASÍLIA, DF, 27.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro fala com a imprensa em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os senadores da CPI da Covid manifestaram apoio à jornalista Daniela Lima, apresentadora da CNN e ex-editora do Painel da Folha de S.Paulo, que foi criticada com expressão ofensiva pelo presidente Jair Bolsonaro.

O presidente comentou um vídeo que foi editado e tirado de contexto da fala da apresentadora e em seguida falou que ela era uma "quadrúpede".

"Eu acho que vivemos tempos difíceis no Brasil e não há como entre nós um alguém faça uma acusação dessa ordem a uma jornalista. Isso não colabora em absolutamente nada com os rumos do nosso trabalho", afirmou o relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Humberto Costa (PT-PE) havia sido o primeiro a se solidarizar e afirmou que Bolsonaro não tem "a mínima educação doméstica".

Vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou que "causa espanto" precisar comentar esse ataque do presidente a "uma mulher jornalista que exerce uma das funções centrais no estado democrático de direito que é fiscalizar a todos nós".

Tasso Jereissati (PSDB-CE) também manifestou solidariedade à jornalista e condenou a fala do presidente.