Separatistas da Moldova acusam Ucrânia por ação com tiros e drones

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo da Transdnístria, encrave separatista russo da Moldova que faz fronteira com a Ucrânia, acusou Kiev de enviar drones e disparar tiros durante a madrugada desta quarta-feira (27) contra seu território.

Autônoma e protegida por tropas de Moscou desde 1992, a região foi palco de uma série misteriosa de explosões, que os russos dizem acompanhar de perto.

Os ucranianos, por sua vez, acusam ser obra do Kremlin para envolver o vizinho na Guerra da Ucrânia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos