Sequência do filme "Avatar" retoma produção na Nova Zelândia

LOS ANGELES (Reuters) - Uma sequência do sucesso de bilheteria de ficção científica "Avatar", de James Cameron, voltará a ser produzida na próxima semana pela primeira vez desde que foi interrompida por esforços mundiais para conter o coronavírus, disse o produtor Jon Landau na sexta-feira.

A produção de filmes e TV parou no mundo todo em meados de março, mas está recomeçando lentamente em alguns países, incluindo a Nova Zelândia, onde a sequência de "Avatar" está sendo filmada.

"Nossos sets de #Avatar estão prontos - e não poderíamos estar mais animados em voltar para a Nova Zelândia na próxima semana", escreveu Landau no Instagram, abaixo de uma foto de dois barcos no set. Landau os identificou como o Matador, um navio de comando avançado de alta velocidade, e o Picador, um barco a jato.

Autoridades da Nova Zelândia, onde casos do coronavírus diminuíram drasticamente depois que o governo impôs um isolamento rigoroso, aprovaram salvaguardas da indústria cinematográfica para retomar as produções. Cada set precisa de uma permissão para trazer as pessoas de volta ao trabalho.

Lançado em 2009, "Avatar" foi o filme de maior bilheteria de todos os tempos até julho de 2019, quando foi superado pelo filme de super-heróis "Vingadores: Ultimato".

Cameron trabalha nas sequências de "Avatar" há anos e seu lançamento foi adiado várias vezes. A segunda parte está programada para estrear em dezembro de 2021, seguida por outras três em dezembro de 2023, dezembro de 2025 e dezembro de 2027.

(Reportagem de Lisa Richwine)