Sequestrador de irmão de Zezé Di Camargo e Luciano morre em confronto com a polícia

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Ailton de Freitas /Agência O Globo

Ozélio de Oliveira, que foi condenado pelo sequestro do cantor gospel Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, foi morto na madrugada de sábado, no último dia 9, em um confronto com a Polícia Militar, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o G1, Ozélio e outros quatro comparsas, que também foram mortos na mesma operação, eram suspeitos de planejarem o sequestro de um empresário.

Os suspeitos foram localizados em dois carros, houve perseguição e confronto, como informaram fontes oficiais. Os nomes dos demais mortos não foram divulgados.

O sequestro de Wellington Camargo, irmão de Zezé Di Camargo e Luciano, ocorreu em 1999. O cantor gospel estava em sua casa, no Jardim Europa, em Goiânia, quando quatro homens armados invadiram e o levaram. O contato com a família foi feito cinco dias depois.

Na época, sequestradores enviaram a uma emissora de televisão de Goiânia um pedaço da orelha de Wellington e um bilhete, para pressionar a família a pagar o resgate. Após dois dias, exames confirmaram que a orelha era mesmo da vítima.

O resgate no valor de US$ 300 mil foi pago em 20 de março. No dia seguinte, Wellington foi deixado pelos sequestradores dentro de um buraco em uma estrada. Ao sair do matagal, foi encontrado por motociclistas, que o levaram de volta para a família.

Sete dos dez acusados de participarem do sequestro foram presos três dias depois. Ozélio, um dos envolvidos, fugiu da penitenciária em 2018 e estava foragido desde então. Ele tinha sido condenado a 108 anos de prisão por crimes como roubo, homicídio, além do sequestro de Wellington.