Sequestradores executam três estudantes reféns na Nigéria

·1 minuto de leitura
Entrada da Universidade Greenfield em Kaduna, Nigéria, em 21 de abril de 2021

Três dos vinte estudantes raptados na terça-feira no norte da Nigéria foram executados por seus sequestradores, informaram as autoridades locais nesta sexta-feira(23), um novo sinal da escalada da violência nessas ações em massa para exigir resgates.

"Em um ato diabólico e totalmente cruel, os bandidos armados que sequestraram estudantes da Greenfield University mataram três de seus reféns", disse Samuel Aruwan, ministro do Interior do estado de Kaduna, sem revelar o número exato de estudantes capturados.

As autoridades regionais, que sempre afirmaram que não negociariam com os sequestradores, não divulgaram o número exato de estudantes sequestrados.

"Os corpos dos três estudantes foram encontrados hoje [sexta-feira] na cidade de Kwanan Bature, perto da universidade", disse Aruwan.

Na terça-feira à noite, aproximadamente às 20h15 locais(19h15 GMT), homens armados, mais conhecidos como "bandidos" na região, invadiram a universidade e sequestraram cerca de 20 alunos, segundo fontes anônimas da instituição.

spb/mab/tjc/jc