Serena não descarta retorno após aposentadoria e cita Tom Brady

Em entrevista, Serena Williams deixou claro que pode voltar a competir, a exemplo da lenda do futebol americano.
Em entrevista, Serena Williams deixou claro que pode voltar a competir, a exemplo da lenda do futebol americano. Foto: (Tim Clayton/Corbis via Getty Images)

Depois de anunciar sua aposentadoria após ser eliminada no US Open, último Grand Slam do ano de 2022, a tenista americana Serena Williams, em entrevista concedida a Jimmy Fallon no programa The Tonight Show, afirmou que pode 'imitar' a lenda do futebol americano Tom Brady e retomar a carreira mesmo tendo anunciado o seu término.

Quando questionada pelo apresentador se pensava em um possível retorno às quadras de tênis, assim como o marido de Gisele Bündchen fez, ela despertou o riso de Jimmy e da plateia ao dizer que: "Tom Brady iniciou uma tendência incrível. É isso que eu quero dizer".

Leia também:

Vencedora de 23 Grand Slams, Serena disse que pretende colocar outros planos em prática agora que terá mais tempo livre: "Acho que a aposentadoria é algo super merecido e pelo qual as pessoas trabalham muito duro. Sinto que estou em uma idade em que definitivamente tenho muito mais para dar e há muito mais que quero fazer, então não vou relaxar, há muito mais para mim. Há tantas coisas que quero fazer há tantos anos e tenho tanta paixão pelo tênis há tanto tempo que nunca as fiz. Agora é hora de começar a gostar dessas coisas".

Tom Brady gerou prejuízo milionário ao desistir de aposentadoria

Revogar a aposentadoria nunca custou tão caro no mundo dos esportes. A mudança de planos feita por Tom Brady gerou um prejuízo de mais de R$ 2 milhões a um americano que havia arrematado, em um leilão, a bola de seu, então, 'último touchdown'. O objeto, que até o domingo, 13 de março, era raríssimo e custou a bagatela de 500 mil dólares ao comprador, aproximadamente R$ 2,5 milhões na cotação atual, perdeu 90% de seu valor em menos de 24 horas. Desde o momento da compra, no sábado 12 de março, até o anúncio de Tom Brady de que iria revogar a sua aposentadoria e continuar a jogar futebol americano, a bola se desvalorizou a ponto de custar, atualmente, 50 mil dólares, aproximadamente R$ 256 mil.