Serena Williams vence final emocionante e é tetra no US Open

A tenista americana Serena Williams sagrou-se campeã do US Open pela quarta vez da sua carreira ao derrotar, em uma final emocionante, a bielorrussa Victoria Azarenka, número um do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6-2, 2-6, 7-5 após 2 horas e 18 minutos de jogo.

Serena, que completará 31 anos no dia 26 de setembro, já tinha levantado o troféu em Flushing Meadows em 1999, 2002 e 2008 e soma agora quinze conquistas em Grands Slams.

Numa das finais mais intensas da história do US Open, a mais longa desde a edição de 1981, Azarenka, de 23 anos, que venceu o Aberto da Austrália no início do ano, ficou perto da vitória, já que sacou para fechar o jogo com 5 a 4 a seu favor no terceiro set.

Mesmo assim, Williams reagiu com garra e maestria, vencendo 14 dos últimos 20 pontos da final e fechando em 7 a 5, mantendo um retrospecto amplamente positivo nos confrontos diretos com a bielorrussa, a quem superou em 10 das 11 vezes que a enfrentou, perdendo apenas na edição de 2009 do torneio de Miami.

"Meu deus, eu estava preparada para fazer o discurso da vice-campeã porque Victoria jogava bem. Estou chocada", declarou Serena, que embolsou com a vitória um cheque de 1,9 milhão de dólares.

Triste com a derrota, Azarenka reconheceu a superioridade da americana. "É duro perder, mas Serena merece a vitória, ela mostrou que tipo de campeã ela é, declarou a bielorrussa com lágrimas nos olhos.

Serena dominou totalmente o primeiro set, disparando bombas nas paralelas e saques potentes que várias vezes passaram dos 195 km/h, fechando a parcial em 6 a 2, em 34 minutos.

Azarenka reagiu no segundo, chegando a abrir uma vantagem de 4 a 1 e devolvendo o 6 a 2, levando a americana a perder seu primeiro set na competição.

O terceiro foi muito mais equilibrado e de uma rara intensidade. A bielorrussa quebrou o saque da americana no terceiro game e teve várias oportunidades de abrir uma vantagem de 3 a 1, mas a americana devolveu a quebra após grandes trocas de bolas que levantaram o público da quadra Arthur Ashe.

Depois de empatar em 3 a 3 a americana voltou a falhar no seu serviço, deixando a adversária ficar a um game da vitória (5 a 3).

No entanto, Serena não desistiu da partida e tirou proveito do nervosismo da adversária para dar a volta por cima e garantir seu quarto troféu em Flushing Meadows.

Além do tetra no US Open, a caçula das irmãs Williams venceu o pentacampeonato em Wimbledon (2002, 2003, 2009, 2010 e 2012) e no Aberto da Austrália (2003, 2005, 2007, 2009 e 2010) e o título em Roland-Garros (2002).

Ela ainda precisa vencer três para se igualar às americanas Chris Evert e Martina Navratilova (18), mas ainda está longe do recorde absoluto, da australiana Margaret Court, vencedora de 24 Grands Slams nos anos 60 e 70.

A americana foi arrasadora nestes últimos meses, conquistando seu quinto título em Wimbledon no início de julho, a medalha de ouro olímpica na mesma grama londrina em agosto e agora mais um troféu em Nova York, diante da sua torcida.

Serena é a terceira tenista da história a conseguir a incrível façanha de vencer estes três títulos de forma consecutiva, depois da alemã Steffi Graf em 1988 e da sua irmã Venus em 2000.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias