‘Seria impossível confundir Elon Musk com Steve Jobs’, diz Bill Gates

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Bill Gates responde à polêmica pergunta em entrevista com a Bloomberg.
Bill Gates responde à polêmica pergunta em entrevista com a Bloomberg.

Bill Gates, bilionário filantropo cofundador da Microsoft, conheceu bem o cofundador da Apple, Steve Jobs. Os dois foram amigos, rivais, e juntos – ainda que competindo a maior parte do tempo – construíram as bases do setor da computação e da indústria de software, por meio das empresas que fundaram e ajudaram a fazer crescer, até se tornarem as gigantes que são hoje.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Foi por conta dessa familiaridade entre Gates e Jobs que o apresentador Erik Schatzker, da Bloomberg, aproveitou para fazer aquela pergunta que há anos ecoa no setor de tecnologia: Elon Musk é o novo Steve Jobs?

Leia também

Gates respondia a perguntas relacionadas ao setor elétrico automotivo, onde Musk atua como CEO da Tesla, uma das empresas que têm desbravado esse setor e feito ele decolar nos Estados Unidos.

Finalmente, o apresentador disparou: Musk, com todos os seus feitos atuais, construindo foguetes com a SpaceX, supercarros elétricos com a Tesla e até planejando implantar chips cerebrais nas pessoas via Neuralink, é o novo Jobs?

Gates, no entanto, foi cético ao responder que não; as duas figuras são bem diferentes, na visão do cofundador da Microsoft.

“Elon Musk é mais um engenheiro mãos na massa”, respondeu Gates, referindo-se ao envolvimento de Musk com os processos de engenharia em todas as suas empresas, da mecânica, à de software, passando pela aeroespacial.

“Steve era um gênio do design, em escolher pessoas e no marketing”, arremata Gates. “Você não entraria em uma sala e confundiria os dois.”

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube