Seria se humilhar demais, diz Lula sobre suposto pedido de Bolsonaro por ajuda eleitoral de Biden

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa durante evento em Contagem, Minas Gerais

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que, se for verdade que o presidente Jair Bolsonaro pediu ajuda ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para vencê-lo nas eleições presidenciais de outubro, "seria se humilhar demais" para Bolsonaro.

Segundo matéria da Bloomberg, citando fontes não identificadas, o pedido teria sido feito por Bolsonaro durante reunião bilateral com Biden em meio à Cúpula das Américas, realizada em Los Angeles na semana passada.

"Será que é verdade o que disse a imprensa americana, que Bolsonaro pediu ao Biden ajuda contra mim nas eleições? Eu não acredito que isso possa ser verdade. Porque seria se humilhar demais", disse Lula, em entrevista a Rádio Vitoriosa, de Uberlândia.

Na segunda, em entrevista à CBN Recife, Bolsonaro negou ter feito o pedido e classificou a notícia de "especulação". O presidente disse ter tratado de outros assuntos na reunião com Biden, ao mesmo tempo que recusou-se a detalhar o conteúdo da conversa, ao afirmar que o que discutiu com o presidente dos EUA "não sai de mim".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos