Série de fotos mostra transformação de mulher após superar vício em opioides

O vício em opioides afeta milhões de pessoas nos Estados Unidos todos os anos, e as drogas podem causar graves consequências para a saúde dos envolvidos. Agora, uma mulher está compartilhando fotos de seu processo de recuperação no Reddit, para mostrar qual é a verdadeira aparência do vício.

Em uma série de fotos, a mulher, que prefere se identificar apenas como Keri, começa magra, com olheiras, passa por uma cama de hospital, até adquirir uma aparência saudável e feliz. “A primeira foto foi quando eu estava usando, a segunda foi no dia seguinte à minha internação no hospital, a terceira foi quando eu completei três meses sem usar (ainda em um centro de reabilitação) e na última imagem sou eu e meu noivo há cerca de um mês,” escreveu ela nos comentários.

Keri, usuária do Reddit, compartilhou fotos de seu processo de recuperação após superar o vício em opioides. (Foto: Keri Ibbotson/Reddit)

Keri disse que “por alguns longos anos” foi viciada em opioides obtidos com e sem receita médica, e “parecia impossível conseguir começar uma vida nova”. Ela depois passou a usar heroína e tentou superar as drogas inúmeras vezes, mas não obteve sucesso. Três anos atrás ela foi parar no hospital devido a um choque séptico decorrente do MRSA, uma superbactéria difícil de tratar, após injetar heroína em seu pé. “Eu fiquei perto da morte naquela noite, mas felizmente consegui superar e passei a maior parte de um ano hospitalizada,” ela escreveu. “Eu fiquei de cama recebendo oxigênio, tive que aprender a andar novamente com e sem oxigênio, passei por meses de tratamentos com antibióticos na veia, e incontáveis horas em sessões de fisioterapia, consegui me livrar do fentanil e da oxicodona com a ajuda da gabapentina, até que finalmente recebi alta da clínica”.

Keri (direita) com seu noivo (Foto cortesia de Keri Ibbotson)

Um ano depois Keri conheceu seu atual noivo, que a ajudou a parar de usar a gabapentina. Agora, ela “está mais perto do que nunca de não sentir dor sem usar qualquer droga”. Ela acrescentou que só toma relaxantes musculares, cuja dose também está sendo reduzida gradativamente.

“Com trabalho duro, força de vontade, e o apoio das pessoas que me amam, eu sinto que superei algo que, anos atrás, parecia impossível,” ela escreveu. “Naquela época eu sentia que minha vida jamais teria um propósito, mas agora entendo que meu propósito ao lutar durante todos aqueles anos era dar esperança a outros que estejam combatendo seus vícios. Nunca é tarde demais para uma mudança. Se eu consegui chegar até aqui, todo mundo consegue”.

Os comentários foram muito positivos, com diversas pessoas elogiando Keri por sua honestidade.

Keri disse ao Yahoo Lifestyle que seu vício começou quando ela fraturou o pulso há alguns anos, depois de cair de uma escada. Os médicos não conseguiam descobrir exatamente o que estava causando a sua dor, então receitaram opioides por dois anos para que ela conseguisse continuar a trabalhar. Depois disso ela consultou um novo médico que se recusou a lhe dar uma nova receita de opioides, e ela passou por uma crise séria de abstinência. “A abstinência é como se você tivesse a pior gripe que poderia existir,” diz Keri. “É o pior inferno que você pode imaginar”.

Seu namorado na época era um ex-viciado e usava suas conexões para conseguir heroína para Keri. “Eu não me sentia bem com isso, mas estava presa nas profundezas da abstinência, então decidi tentar,” disse ela. Keri então decidiu que queria parar de usar drogas e se internou voluntariamente numa clínica de reabilitação. No entanto, ela sentiu que estava sendo tratada como uma criminosa e acabou indo embora. “Eu comecei a usar novamente depois disso,” ela conta.

Somente quando Keri teve a infecção decorrente da superbactéria decidiu que precisava se livrar das drogas de forma definitiva. Agora, ela conta que sua saúde está melhor do que nunca, embora admita comer mais fast food do que deveria.

Keri diz que estava nervosa ao compartilhar sua publicação, mas está feliz com as reações positivas que recebeu. “Eu quero que as pessoas saibam que o vício parece impossível de superar, e pode parecer que você não tem motivo para viver, mas isso só acontece porque você está preso naquele lugar e não consegue ver o panorama completo,” disse ela ao Yahoo Lifestyle. “Você tem o poder de superar qualquer coisa – só precisa tomar esta decisão”.

Korin Miller