Sertanejo Zé Neto faz imitação em live e é acusado de homofobia

·3 minuto de leitura
O sertanejo Zé Neto, parrceiro de Cristiano, é criticado por imitação homofóbica em live. Foto: reprodução/YouTube
O sertanejo Zé Neto, parrceiro de Cristiano, é criticado por imitação homofóbica em live. Foto: reprodução/YouTube

Resumo da notícia

  • Sertanejo Zé Neto foi acusado de homofobia após uma imitação na live com Cristiano

  • Cantor usou camisa do São Paulo por perder aposta e fez gestos afeminados

  • Cena repercutiu mal nas redes sociais e ele se pediu desculpas pela "brincadeira"

Acusado de homofobia, o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, foi criticado nas redes sociais durante uma live da dupla no último sábado (5). Perdedor de uma aposta, o cantor palmeirense vestiu uma camisa do São Paulo na apresentação e fez gestos afeminados, numa alusão à torcida tricolor. 

"Coloquei essa camisa, já estou me sentindo bem. Nossa, estou super tranquilo. Tá vindo um ventinho gelado, não tá?", disse o cantor, gesticulando sem parar e com outro tom de voz.

Leia também:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Na internet, várias pessoas se revoltaram com a cena e chamaram a atenção para o fato de o preconceito com a comunidade LGBTQIA+ não ser piada. Muitos, inclusive, cobraram uma postura dos patrocinadores da transmissão do show.

Diante da repercussão, Zé Neto classificou o episódio como "brincadeira", pediu desculpas "a quem se sentiu ofendido" e afirmou ter sido "mal interpretado".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Preciso falar. Isso aqui foi uma brincadeira, o negócio da camisa. O pessoal brinca, tudo mais. Sei que existem as causas, existem pessoas na minha família que são de outras opções sexuais, a gente respeita todo mundo", afirmou.

Em seguida, ele disse que não fez a imitação para ferir alguém. "Se alguém se sentiu ofendido, do fundo do coração, essa não foi a intenção. Minha intenção foi brincar, a gente está zoando um negócio que não tem nada ver. Mas me desculpe se alguém se sentiu ofendido, peço desculpas ao vivo. Não estou preocupado se vão me cancelar, me linchar ou qualquer coisa", disse.

Após ser alertado por amigos, o sertanejo ainda se corrigiu sobre o termo "opção sexual" usado anteriormente.

"Eu estou falando por sentir que talvez tenha me expressado mal, talvez o pessoal tenha entendido mal. Eu tenho pessoas gays na minha família, como amigos, que trabalham comigo, não tenho nenhum tipo de preconceito com ninguém que tenha outro tipo de opção, ou como o próprio Maurílio falou, não é opção —a pessoa nasce desse jeito— e eu respeito. Tenho filhos novos, não sei o que eles vão ser futuramente. Falando abertamente, se vocês se sentiram mal, com todo carinho... Não estou nem aí o que vão falar, não sei a proporção que tomou, estou aqui na live. Se foi de mau gosto para alguns, me desculpe", encerrou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos