Servidor da UnB que atropelou e matou ciclista paga fiança, é solto e responderá em liberdade

·1 minuto de leitura
Marco Antônio, que dirigia o carro, alegou que cochilou ao volante no momento do acidente (Foto: Reprodução)
Marco Antônio, que dirigia o carro, alegou que cochilou ao volante no momento do acidente (Foto: Reprodução)
  • Servidor da UnB que atropelou e matou ciclista pagou R$ 20 mil de fiança e responderá em liberdade

  • Marco Antônio se recusou a fazer teste do bafômetro, mas negou que estivesse embriagado no momento do acidente

  • Advogada alega que Marco Antônio socorreu a vítima, Gilson da Silva. O ciclista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu

Marco Antônio Ferreira Lopes, servidor da Universidade de Brasília (UnB) que atropelou e matou o ciclista Gilson da Silva, foi liberado e responderá em liberdade.

O crime aconteceu no último domingo (10) e Marco Antônio havia sido preso em flagrante. Na terça-feira (12), ele passou por audiência de custódia e foi liberado pelas autoridades. Segundo informações do Correio Braziliense, o servidor pagou R$ 20 mil de fiança para ser solto. 

Leia também:

Gilson da Silva chegou a ser levado para o Hospital de Planaltina, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo testemunhas, o motorista apresentava sinais de embriaguez. No momento do acidente, Marco Antônio se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi preso foi embriaguez e lesão corporal culposa na direção do volante.

Segundo informações do portal Metrópoles, o servidor da UnB negou que tenha bebido. Ele justificou que estava há dias sem dormir, em decorrência de questões pessoais, e cochilou no momento do acidente.

A advogada Neiva Esser, que defende Marco Antônio, negou ao portal que ele tenha bebido antes de dirigir. “Ele saiu tonto do carro por causa do airbag. O carro bateu na guia, o airbag veio no rosto dele e, quando ele perdeu o controle do veículo, infelizmente o ciclista estava no lugar errado e na hora errada”, alega.

A advogada ainda disse que o servidor não tem passagens pela política e que socorreu a vítima. 

No domingo, Gilson estava indo de bicicleta para a padaria onde trabalhava, por volta das 6h, quando foi atropelado. O enterro acontecerá nesta quarta-feira (13), às 14h30. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos