Servidores aposentados têm até sexta para realizar prova de vida

·1 min de leitura
  • Prova de vida pode ser realizada de maneira digital, através de validação facial ou biometria

  • Atualização cadastral se tornou obrigatória em 2012

  • Procedimento também pode ser realizado em agências bancárias do banco em que o beneficiário recebe os pagamentos

Atenção servidores públicos federais aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis que ainda não realizaram a prova de vida neste ano, o prazo para regularizar sua atualização cadastral vai até essa sexta-feira, 31 de dezembro.

Para realizar a atualização cadastral, o beneficiário da Previdência Social deve ir até qualquer agência do banco onde recebe o pagamento em posse de um documento de identificação com foto.

Leia também:

Também é possível realizar a Prova de Vida Digital, através do aplicativo GOV.BR. No entanto, é necessário ter a biometria cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

É comum que essa biometria já tenha sido cadastrada em motoristas ou em quem votou nos últimos anos.

Através do aplicativo e do site gov.br, o aposentado, pensionista ou anistiado pode acompanhar a situação de sua prova de vida.

Quaisquer dúvidas sobre a prova de vida podem ser consultadas através do portal gov.br através do link https://www.gov.br/servidor/pt-br/acesso-a-informacao/faq/sou-gov.br/prova-de-vida.

A prova de vida é um procedimento que deve ser realizado anualmente, mas estava suspenso devido à pandemia de Covid-19.

Para esse público, a prova de vida voltou a ser necessária em outubro de 2021. Já a partir do ano que vem, a prova de vida será obrigatória para todos os aposentados e pensionistas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos