Sessenta civis mortos em bombardeio à escola no leste da Ucrânia

Sessenta pessoas foram mortas no bombardeio de uma escola na região de Luhansk, no leste da Ucrânia, no sábado, todos civis, disse o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, neste domingo. Também neste domingo, o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, afirmou que o presidente russo Vladimir Putin foi responsável pelo que considerou "crimes de guerra hediondos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos