Sete detidos na França após roubo de vinhos de quase um milhão de dólares

·1 minuto de leitura
Cerca de 1.600 garrafas de vinho com valor total de quase um milhão de dólares foram roubadas em Bordeaux.

Sete pessoas, entre elas um chinês, foram detidas na França após um roubo de vinhos na região de Bordeaux em setembro, informou a polícia neste sábado (30).

Cerca de 1.600 garrafas de vinícolas de prestígio, como Château Latour, Haut-Briono e Petrus, no valor total de 800.000 euros (970.000 dólares) foram levadas do armazém de um comerciante.

Uma operação em vários pontos da região, da qual participaram cerca de 50 policiais, permitiu a prisão de sete pessoas (seis homens e uma mulher) na última terça-feira. A maioria tinha histórico de roubo ou tráfico de drogas.

Alguns participaram do roubo, outros agiram como intermediários e o chinês ia comprar uma parte das garrafas para exportá-las.

Cerca de 800 garrafas foram recuperadas e a polícia também apreendeu vários milhares de euros, armas e drogas.

Os roubos de vinhos caros, destinados à exportação, aumentaram em Bordeaux, segundo a polícia.

Em dezembro, uma quadrilha de tráfico de vinho foi desmontada na área, 25 pessoas foram presas e cinco milhões de euros foram confiscados.

pbl-alh/jg/cls/bl/mis/jc