Setor público consolidado tem déficit primário recorde para março, de R$11,047 bi, diz BC

Sede do Banco Central em Brasília. 15/1/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro teve déficit primário de 11,047 bilhões de reais em março, pior para o mês desde o início da série histórica em dezembro de 2001, com o rombo em 12 meses passando a 2,34 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou o Banco Central nesta sexta-feira. O resultado veio pior que o saldo negativo de 10,5 bilhões de reais esperado por analistas em pesquisa Reuters. No mês, a dívida líquida foi a 47,8 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), contra projeção de analistas de 47,9 por cento. Já a dívida bruta ficou em 71,6 por cento do PIB, acima da expectativa de 71 por cento.

(Por Marcela Ayres)