Sexo nas alturas! Aeromoça oferecia serviços “extras” e será investigada

·1 minuto de leitura
Borispol, Ukraine - May 18, 2019: G-EUYT British Airways Airbus A320-200 aircraft on the blue sky background
(Foto: Getty Images)

A British Airways confirmou que está investigando uma comissária de bordo por oferecer “diversão adulta” e postar fotos sensuais na internet durante voos. A empresa admitiu que a aeromoça em questão é sua funcionária e que ainda não sabe a identidade da mulher.

A comissária assina como “AirHostess7” no site Only Fans, que permite a venda de fotos e vídeos eróticos. Nele, a aeromoça costuma postar uma série de imagens picantes tiradas durante os voos, com o uniforme da empresa.

A funcionária ainda oferecia sexo em troca de dinheiro nos hotéis em que se hospedava em Londres ou nos destinos aos quais era enviada pela companhia. Ela também já anunciou ter vendido calcinhas usadas a passageiros por 25 libras (cerca de R$ 175).

Leia também

O tabloide inglês “The Sun” entrou em contato com a mulher, que confirmou ser funcionária da British Airways e revelou cobrar uma taxa extra de 50 libras (cerca de R$ 350 reais) apenas pela confidencialidade dos clientes.

Também ao “The Sun”, a British Airways anunciou a abertura de uma investigação para identificar a comissária. “Esperamos o mais alto padrão de comportamento de todos os nossos colegas em todos os momentos”, disse um porta-voz da empresa.