Donos da casa superam freguesia e avançam na CAN; Congo lidera chave

Redação Central, 25 jan (EFE).- O retrospecto era amplamente contrário à Guiné Equatorial, que havia vencido apenas um dos dez jogos anteriores contra o Gabão, mas desta vez a anfitriã da Copa Africana de Nações levou a melhor com um triunfo por 2 a 1 se classificou para as quartas de final com o segundo lugar do grupo A, atrás do Congo.

Em Bata, o time da casa precisava da vitória e tentava repetir um feito realizado apenas uma vez, em 2003, quando bateu os gaboneses por 2 a 1 pelas Eliminatórias da CAN de 2004. Além dessa partida, haviam ocorrido outras nove, com seis derrotas e três empates.

A história desse jogo começou a ser diferente da dos demais aos dez minutos do segundo tempo, quando Balboa converteu cobrança de pênalti. Contudo, a classificação foi confirmada apenas aos 41, com o gol de Salvador Edu.

A vitória, a primeira nesta edição da competição, levou a Guiné Equatorial a cinco pontos, dois a mais que o adversário. O primeiro lugar do grupo, porém, foi do Congo, que derrotou Burkina Fasso por 2 a 1 em Ebebiyín e deixou o atual vice-campeão na lanterna.

Os congoleses, que jogavam pelo empate, fizeram 1 a 0 aos seis minutos da etapa final, com gol de Bifouma. Bancé igualou aos 41, mas logo na sequência, aos 42, N'Guess desempatou.

Congo e Guiné Equatorial esperam agora a definição do grupo B, formado por Tunísia, Cabo Verde, República Democrática do Congo e Zâmbia, que acontecerá nesta segunda-feira. Todas as quatro seleções têm chance de classificação. EFE