Sheila Carvalho na equipe de transição? Advogada brinca por ser confundida com dançarina: 'Prometo segurar o tchan'

A advogada Sheila de Carvalho, anunciada nesta quarta-feira como integrante da equipe de transição do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, ironizou o fato de ter sido confundida com a ex-dançarina do grupo 'É o Tchan!', a também Scheila Carvalho, que só não é homônima da jurista por ter um 'c' a mais no nome. Em suas redes sociais, a militante dos direitos humanos levou com bom humor os comentários relacionando as duas e prometeu "segurar o tchan e cumprir a tarefa" determinada pelo presidente eleito.

"Nota de esclarecimento: Lula indicou pra transição de justiça e segurança pública Sheila de Carvalho — advogada, professora, militante e defensora de direitos humanos. E não a Scheila Carvalho, a dançarina. Sinto decepciona-los, mas prometo segurar o tchan e cumprir a tarefa", publicou a jurista.

Durante sua participação na COP 27 no Egito, onde discutiu com lideranças e especialistas os desafios da justiça climática mundial, a advogada tirou uma foto com um cartaz com a citação "This is the mix of Brazil and Egypt", que em português quer dizer "Essa é a mistura do Brasil com o Egito" e é uma frase da música 'Ralando o Tchan (A dança do ventre)', hit do grupo de axé da década de 1990.

Sheila de Carvalho, além de advogada, é professora, militante da Coalizão Negra Por Direitos e Coordenadora de Direitos Humanos da OAB-SP. Na mesma publicação, ela comemorou ter sido escolhida pelo petista e comentou o papel que irá ocupar na equipe de transição:

"Com muita alegria e honra recebo a missão do Presidente @LulaOficial e Vice-Presidente @geraldoalckmin de compor a Coordenação do Grupo de Transição para Justiça e Segurança Pública ao lado de grandes referências que tenho na área. (...) Não será uma tarefa fácil, mas para nós mulheres negras que atuamos em movimento nada nunca é fácil. Exercerei essa função como sempre atuei durante toda a minha vida - através de muita construção coletiva e escuta".

O coordenador do governo de transição e vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, anunciou nesta quarta-feira novos nomes do grupo de trabalho. Entre eles há o deputado federal André Janones (Avante-MG), que integrará a equipe de comunicação; o advogado Cristiano Zanin, que representa o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, em praticamente todos processos a que ele responde na Justiça; assim como o ex-chanceler do governo de Michel Temer, o tucano Aloysio Nunes Ferreira, para o núcleo de Relações Exteriores.

Ao todo, foram anunciados 162 nomes, dos quais oito são ex-ministros, para 16 grupos técnicos: Agriculta; Ciência, Tecnologia e Inovações; Comunicação Social; Desenvolvimento Agrário; Desenvolvimento Regional; Justiça e Segurança Pública; Meio Ambiente; Minas e Energia; Pesca; Povos Originários; Previdência Social; Relações Exteriores; Saúde; Trabalho; Transparência, Integridade e Controle; e Turismo.